IGREJA DE SÃO JORGE

Praça da Glória, 4 – Jardim Primavera – Duque de Caxias – CEP 25.222-330

Tel: (21) 2778-8285

 

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­___________________________________________________________________­­­­


 

                                                                             Duque de Caxias, 15 de abril de 2018.

     A comunidade católica de Jardim Primavera, Duque de Caxias-RJ, já está se preparando para mais uma edição da Festa do Padroeiro São Jorge, que acontecerá na segunda-feira, dia 23 de abril, na Praça da Glória, 04 – Parque Chuno- Jardim Primavera- Duque de Caxias – RJ. De acordo com a programação, a festa começa às 05 horas da manhã, com Alvorada e a Celebração da Primeira Missa. Depois serão celebradas Missas às 09 horas, com a Bênção da Espada de Proteção do Santo Guerreiro. Às 12 horas, Missa de Cura. Às 13 horas, Almoço Beneficente para as obras da Igreja. Às 17 horas chegada da Procissão dos Cavaleiros, Amazonas, Charretes, Motociclistas e demais fiéis que sairão de Campos Elíseos. Às 18 horas, Missa de Encerramento, Procissão Luminosa com a Imagem do Padroeiro e Bênção da Capa de Proteção de São Jorge.
TRADIÇÃO – De acordo com relato, existe uma história de que a Igreja começou com a mobilização dos fiéis do Santo Guerreiro querendo construir uma Capela para celebrar. Como eram muitos os obstáculos e dificuldades e sem ninguém desanimar, foi escolhido o Padroeiro da Paróquia: São Jorge. O Santo Guerreiro. A devoção começou com a população celebrando de casa em casa. Até que depois de algum tempo chegou-se ao atual endereço.
HISTÓRIA – Jorge, originário da Capadócia, atual território da Turquia, era centurião romano. Homem de confiança do Imperador Diocleciano. Jorge, converteu-se ao cristianismo e começou a pregar o evangelho, socorrer os doentes, animar os encarcerados, ajudar os desvalidos, pobres e necessitados. Incomodado, o imperador, chama Jorge ao palácio e questiona-o sobre seus atos. De imediato, Jorge responde sem titubear: “Chamo-me Jorge, o cristão”. Como Diocleciano tinha apreço por Jorge, tentou demovê-lo de tal intento. Mas tudo em vão. Jorge, convicto de sua escolha e cheio do Espírito Santo, justificava sua fé e conquistava seguidores e novos soldados para o cristianismo. Diocleciano muito furioso, mandou prender, bater, açoitar, castigar, torturar Jorge. Vendo que tudo era em vão, mandou matar o Santo Guerreiro no dia 23 de abril de 303. Desde então o nome do mártir, São Jorge, conhecido mundialmente, como o Santo Guerreiro, espalhou-se por todo o mundo.  São Jorge é padroeiro da Inglaterra, Grécia, Catalunha, Portugal, dos escoteiros, dos soldados. No Brasil é Protetor e Patrono de diversas Escolas de Samba e Clubes de Futebol. Diversas personalidades e artistas são devotos deste Querido Santo.

     Na Igreja de Jardim Primavera, Duque de Caxias-RJ, os devotos do Santo Guerreiro, reúnem-se em duas celebrações principais no mês. Na primeira segunda-feira de cada mês, às 19:30 horas, na Bênção da Prosperidade, pedindo emprego, fartura e abertura de caminhos. E no terceiro domingo de cada mês, na Missa dos Devotos, às 08 horas da manhã, para pedir Proteção.
     Muitos devotos têm dados seus testemunhos de fé e das graças alcançadas com a intercessão e ajuda do Santo Guerreiro. Verdadeiros milagres recebidos por aqueles que têm recorrido a São Jorge e pedido favores especiais.




                                                                                                Padre Atanael Silva.
                                                                                                                   Pároco.

                                                                                                

 


Igreja de São Jorge
Praça da Glória, 04 – Parque Chuno – Jardim Primavera
CEP 25.222-330 – Duque de Caxias – RJ.
Tel. (0xx21) 2778-8285 - e-mail: pe.atanael@uol.com.br